OPINIÃO | Bruno Cunha Lima se destaca a favor do vírus e irrita Bolsonaro: “capitão cloroquina sou eu”

O presidente Jair Bolsonaro deu sinais de descontentamento com a liderança que o prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima vem demonstrando nas ações pró COVID e pró vírus na Paraíba.

Avesso a aliados que se destacam mais que ele, Bolsonaro já mandou recado ao prefeito: “O capitão cloroquina sou eu”, teria dito a assessores.

Pessoas próximas ao prefeito avaliam que a fúria presidencial foi desencadeada após Bruno lhe tirar o protagonismo a favor do vírus, questionando decisões judiciais que obrigam Campina Grande a seguir as restrições previstas no decreto estadual e salvaguardar a saúde da população, evitando novas contaminações, no momento em que a rede pública de saúde enfrenta seu maior desafio, ameaçando colapsar.

Nas ações que vem desenvolvendo em prol do vírus, o prefeito questionou a “decisão judicial e as opiniões do juiz”, assim como já havia questionado “os dados do governo do estado” e dizem que se prepara para questionar se a terra é mesmo redonda, completando seu giro ao bolsonarismo.

Com aliados assim, Bolsonaro não precisa ter medo de Lula e do petê.

Por J. Laurentino

Esse texto foi recebido por colaboração independente e não reflete, necessariamente, a opinião do Portal NegoPB.

Previous post OPINIÃO | Em ato de contaminação pró-bolsonaro, paraibanos exigem direito de morrer sufocados pela COVID 19
Next post Nilvan Ferreira dispara Fake News sobre falso aumento no ICMS e é desmentido pelo Governo do Estado