OPINIÃO | Walber e João. Bebedeira e orgia. Os bastidores da política à direita, com dinheiro público

Durante o debate na rádio arapuan na tarde desta segunda (28), os candidatos Walber Viroglino do Patriotas e João Almeida do Solidariedade, trocaram acusações de desvios de verba parlamentar.

Vereador João Almeida

João Almeida acusou Walber de gastar o dinheiro público da VIAP (Verba Indenizatória de Apoio Parlamentar) com bebedeiras e comprando cavalos de raça em Bananeiras.

Por sua vez, Walber acusou João Almeida de ter viajado para Fernando de Noronha acompanhado de uma suposta mulher que não seria a esposa de João.

Deputado Walber Virgolino

Ilações de parte a parte. O flagrante é o desrespeito ao eleitor, que ainda numa situação de pandemia, muitos sem emprego, várias empresas falidas ou em estado falimentar, esperam ouvir e ver dos candidatos a prefeitura, propostas e ações reais e efetivas para ajudá-los a superar essa fase difícil.

Aos órgãos de controle cabe investigar os fatos narrados e denunciar os responsáveis. A verba parlamentar é dinheiro público. Que faz falta na saúde, na educação e na assistência social.

Por J. Laurentino

Este texto foi recebido por colaboração independente e não reflete, necessariamente, a opinião do Portal NEGOPB.

Previous post Renda Cidadã entrará na PEC emergencial e terá pelo menos R$ 25 bilhões a mais que o Bolsa Família
Next post A pandemia não acabou. Mundo chega a 1 milhão de mortos pela COVID