Governador João Azevêdo inicia campanha de vacinação contra a Covid-19

O governador João Azevêdo deu início, nesta terça-feira (19), na Secretaria de Estado da Saúde (SES), em João Pessoa, à campanha de vacinação contra a Covid-19 e à distribuição das doses dos imunizantes para todos os municípios paraibanos. Neste momento, 54.689 pessoas receberão as primeiras doses da vacina, sendo 42.925 trabalhadores da Saúde, 10.432 indígenas aldeados, 1.212 pessoas idosas em instituições e 120 pessoas com deficiência institucionalizadas, atendendo os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. A segunda dose da vacina deverá ser aplicada 28 dias após a primeira. Durante solenidade de abertura da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Estado foram imunizados a técnica de enfermagem Marineide Gouveia e o indígena Genildo Alencar.

Governador João Azevêdo e o o Prefeito Cícero Lucena apresentam vacina Coronavac. Foto: José Marques

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual destacou a alegria de testemunhar o resultado do esforço coletivo de vários profissionais para oferecer à população vacinas eficazes contra o novo vírus.  “Essa foi uma luta muito grande que tivemos, inclusive para incluir a Coronavac no Programa Nacional de Imunização, que hoje está sendo distribuída no Brasil inteiro. Esse momento representa a esperança e o caminho de que voltaremos a uma nova normalidade, com condições de termos uma convivência parecida com a que tínhamos antes da pandemia. A campanha de vacinação também é fundamental para a economia para que tenhamos a geração de emprego e renda cada vez mais forte. Eu tenho plena convicção de que esse passo que estamos dando hoje de forma simbólica irá proteger o nosso povo”, frisou.

Ele também evidenciou a estrutura organizada pela gestão estadual para garantir a chegada das doses da vacina para todas as regiões do estado ainda hoje. “As vacinas já começaram a ser distribuídas. O avião já saiu do aeroporto em direção a Cajazeiras, Patos e a Serra Talhada para distribuir para a região de Princesa Isabel e o que queremos é fazer chegar a vacina o mais rápido possível a cada paraibano”, acrescentou.
 
O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, ressaltou a importância da adesão dos paraibanos à campanha de vacinação. “Nós só poderemos conter esta pandemia a partir do momento em que alcançarmos uma imunidade coletiva. É fundamental que as pessoas tenham a exata dimensão do que ocorreria se não tivéssemos a vacina neste momento. Vamos acabar com a fake news e trazer para a população paraibana alívio com a contenção da pandemia”, falou.

O Governador e o secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros. Foto: José Marques


 A presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde, Soraya Galdino, parabenizou o empenho da equipe do Governo do Estado para garantir a celeridade na distribuição das doses da vacina para os municípios. “É muito emocionante para nós gestores estarmos hoje sabendo que podemos contar com essa vacina tão sonhada porque estamos vivendo desde março de 2020 uma luta diária e desigual contra o vírus”, comentou.


 
O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, o vice-prefeito Léo Bezerra, os deputados estaduais Ricardo Barbosa, Wilson Filho e João Gonçalves e auxiliares do Governo da Paraíba e da Prefeitura de João Pessoa prestigiaram a solenidade.
 
Imunizados – A enfermeira Marineide Rodrigues, de 60 anos, é enfermeira do Complexo Hospitalar Clementino Fraga há 17 anos. Hipertensa, a profissional de saúde, com muita vontade de ajudar no combate à pandemia, assinou um termo de responsabilidade, no início da pandemia, para trabalhar na área de Covid-19 do hospital. Há 10 meses, a enfermeira atua na linha de frente e, até o momento, nunca teve a doença.

A enfermeira Marineide Rodrigues, de 60 anos, foi a primeira a receber a vacina. Foto: José Marques

 
“Eu me sinto lisonjeada e emocionada por fazer parte desse momento tão esperado. Enfrentamos essa pandemia com seriedade e compromisso, não foi fácil, perdemos colegas, mas seguimos lutando porque a pandemia não acabou”, disse a técnica de enfermagem.
 
O indígena Genildo Alencar, potiguara da aldeia Carneira, do município de Marcação, tem 44 anos e é hipertenso e diabético. “A vacina é a solução para esse problema e pedimos a todos os paraibanos que se vacinem, peço aos grupos que estão na faixa prioritária que atendam ao chamado. Faço isso de coração para que essa doença saia do nosso meio”, falou após ser imunizado.

O indígena Genildo Alencar, potiguara da aldeia Carneira. Foto: José Marques

Redação NegoPb com informações da Secom

Previous post Prefeitura de João Pessoa afirma que está tudo pronto para o início da vacinação contra a Covid-19
Next post MEC divulga selecionados na primeira chamada do Prouni 2021