OPINIÃO | Nilvan, o candidato do povo, que não mora onde o “povo” mora, não anda como o “povo” anda e não vive o que o “povo” vive.

Dando continuidade na análise das declarações de bens dos candidatos a prefeitura de João Pessoa, hoje vamos analisar as informações apresentadas pelo candidato do MDB, Nilvan Ferreira.

Nilvan se apresenta como o “candidato do povo”. Afirma que ajudou muita gente através dos programas que comandou nos principais veículos de comunicação do Estado.

Em sua declaração de bens, o candidato afirmou possuir 01 veículo tipo ecosport, 01 casa na cidade de cajazeiras e outro veículo, sendo uma trailblazer, além de uma casa em condomínio fechado na cidade de Cabedelo, totalizando 915 mil reais em patrimônio declarado.

É comum que candidatos se travistam de “povo”, durante as eleições, para criar uma imagem e um estado de ânimo e identificação com a população mais carente, que passa a acreditar se tratar de um “semelhante” e lhe dar o crédito de confiança.

Nilvan, escolheu para morada, um condomínio fechado, onde os ricos desfrutam de ampla segurança e privacidade, justamente para se manter longe do povo, que Nilvan diz representar.

Bem, ao que parece, o candidato do povo, não mora onde o “povo” mora, não anda como o “povo” anda e não vive o que o “povo” vive.

Por J. Laurentino

Este texto foi recebido por colaboração independente e não reflete, necessariamente, a opinião do Portal NEGOPB.

Previous post Mulher vai à Justiça pedir auxílio emergencial de US$ 1.000 citado por Bolsonaro
Next post Cadastro Cultural da Lei Aldir Blanc termina na próxima quarta-feira